DOENÇAS

Miopia

Em relação aos sintomas da doença, pode se destacar como sendo os principais: O embaçamento da visão para distâncias mais longas, ou a dificuldade de se fazer atividades cotidianas como assistir TV ou dirigir.

Recomenda-se que quando percebidos devem ser passados a um médico oftalmologista para a indicação do melhor tipo de procedimento. Podendo se recorrer ao uso de óculos, lentes de contato ou em determinados casos de cirurgia refrativa.

Astigmatismo

O astigmatismo é causado em boa parte das vezes por irregularidades da córnea. Causando o efeito de distorção nas imagens percebidas pelo olho, isso acontece quando os raios de luz não chegam ao mesmo ponto na retina.

Seus principais sintomas são parecidos com o da miopia porém com a diferença que o embaçamento da visão ocorre tanto para perto quanto para longe.

A correção da doença pode ser feita por meio da utilização de óculos, lentes de contato ou em casos específicos de cirurgia refrativa.

Hipermetropia

A hipermetropia é um problema de refração que faz com que as imagens sejam focadas atrás da retina. Resultando na dificuldade de se enxergar de perto como por exemplo objetos próximos e leitura de textos.

O sintoma mais comum da hipermetropia é o embaçamento da visão para perto, além de em alguns casos causar dores de cabeça ou cansaço ocular.

A correção da hipermetropia pode ser realizada através de óculos, lentes de contato ou quando solicitado pelo médico por cirurgia refrativa.

Catarata

A catarata ocorre quando o cristalino dos olhos começa a se tornar opaco, isso pode ocorrer parcialmente ou por completo dependendo do grau da doença.

Na grande maioria das vezes a catarata começa a dar sinais na terceira idade. Porém existem outros fatores além da idade que podem causar a doença, como problemas metabólicos, diabetes, exposição excessiva a raios ultravioleta. Além disso, em casos mais raros há a catarata congênita, na qual já se nasce com a doença.

Em relação aos sintomas da doença pode-se destacar a diminuição gradativa da visão, tanto para longe quanto para perto, além disso, também é comum a perca do contraste das cores e a constante troca dos óculos sem a percepção de melhora da visão.

O tratamento da doença ocorre por meio de cirurgia, onde só se indica a sua realização no momento em que a qualidade de vida do paciente começa a ser prejudicada. Nestes casos a cirurgia é realizada por meio da remoção do cristalino opaco o substituindo por uma lente intraocular.

Ceratocone

O ceratocone é uma doença na qual o formato e a espessura da córnea é afetada, causando a distorção das imagens. Geralmente o ceratocone em seu estágio inicial se apresenta como astigmatismo irregular. O diagnóstico preciso da doença pode ser feito por meio dos exames de topografia corneana e paquimetria ultrassônica.

A doença apresenta como sintomas principais a distorção das imagens tanto para pequenas quanto longas distâncias. Problemas como a poliopia (visão de várias imagens para um mesmo objeto) a diplopia (visão dupla) e coceira nos olhos.

Os tratamentos para a doença podem ocorrer através da utilização de óculos, lentes de contato ou cirurgias, onde a escolha de qual tratamento deverá ser feito varia de acordo com cada caso. Por isso deve ser realizado por um profissional médico especializado.

Glaucoma

O glaucoma é uma doença que acomete o nervo óptico e causa a perda de células da retina que são responsáveis pelo envio dos impulsos nervosos ao cérebro.

Um dos fatores de maior risco para manifestação da doença é de uma alta pressão intraocular. Porém, podem acontecer casos de pessoas manifestarem a doença mesmo com uma pressão intraocular baixa.

Em relação aos sintomas da doença, pode se destacar a perda da visão periférica nos estágios mais inicias da doença, evoluindo até a chamada visão tubular, quando a pessoa apenas enxerga em seu campo central de visão.

Por isso, é extremamente importante de se procurar um oftalmologista logo nos primeiros sintomas da doença. Já que o não tratamento precoce pode acarretar no agravamento do problema e em alguns casos até levar a perda total da visão.

O glaucoma pode ser tratado dependendo de seu estágio por meio de medicamentos e colírios. Porém, caso estes procedimentos não melhorem o estado da doença deve se partir para a realização de cirurgia, que pode ser feita a laser ou por métodos tradicionais.

Descolamento de retina

O descolamento de retina é uma alteração ocular causada pelo desprendimento da retina da superfície interna do globo ocular. Causando a interrupção do fornecimento de nutrientes promovendo a degeneração celular.

Entre os principais sintomas pode-se destacar a visão turva e embaçada, sombra central ou periférica dependendo da região da retina afetada e flashes luminosos (fotopsias).

retinopatia diabética

A diabetes é uma doença progressiva que em estágios mais avançados pode afetar os vasos sanguíneos do olho.

De modo que um material anormal é depositado nas paredes dos vasos sanguíneos da retina causando um estreitamento ou até o bloqueio do vaso.

Gerando deformidades que podem levar a uma hemorragia ou a infiltração de gordura na retina, que por sua vez podem levar a perda parcial ou total da visão.

Conjuntivite

A Conjuntivite consiste na inflamação da conjuntiva, membrana transparente que reveste a parte da frente do globo ocular e o interior das pálpebras.

Suas causas são variadas, podendo ser causadas desde por reações alérgicas, até contaminação por vírus e bactérias.

pterígio

O pterígio caracteriza-se pelo surgimento de uma membrana composta por um tecido fibroso e vasos sanguíneos no canto dos olhos. Em alguns casos, pode causar vermelhidão, desconforto e em estágios mais avançados o astigmatismo.

O seu tratamento é realizado por meio de procedimento cirúrgico. Onde a membrana excedente é removida, trazendo de volta a qualidade da visão do paciente.

CONTATO

Preencha o formulário abaixo para entrar em contato direto conosco:

12 + 2 =

TELEFONE

(19) 3876-4542  |  (19) 3876-3545
(19) 3309-0195  |  (19) 3309-0218

WHATSAPP

(19) 98424-0175  |  (19) 99971-4952

ENDEREÇO

Av. Independência, 4206,
Residencial Flora, Vinhedo/SP

EMAIL

contato@iovi.com.br

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Segunda a Sexta - 7h às 21h
Sábados - 7h às 13h

REDES SOCIAIS

 

Responsável Técnico: Dr. Luis Fernando Pozzi - CRM 140.402
Todos os Direitos Reservados © IOVI - Instituto Oftalmológico de Vinhedo

Desenvolvido por: